Autora:  Hildete Cordeiro

Irará

 

Irará, minha terra querida

De lembranças jamais esquecidas

Dos amores de infância

Presentes em nossas vidas

 

Só em Irará recordo os teus beijos

Tenho visitado muitas cidades

E sinto que foram só meus

Os sonhos que vivi naquela idade

 

A lembrança de tudo que me deste

Guardo em minh’alma com carinho

Música, poesia, palavras ingênuas

Longe de ti, são ermos os caminhos

 

Irará é o cofre dos nossos segredos

Guarda tudo com muito cuidado

E quem dera tudo fosse assim

Minhas cartas, meus bilhetes, meus recados

 

                                                                           Irará, Bahia

Academia de Letras do Brasil

Seccional Bahia

© 2017  Criado por Fenix Solução