Autor: Oswaldo Francisco Martins

Químico, utiliza com brilhantismo este seu saber profissional na elaboração de fórmulas poéticas.

BROTAÇÃO DE OURO

Sobre o mundo moderno

Traço próprias ideias,

Conformáveis geleias

Nas páginas do hodierno.

 

Expostas entrelinhas

Sobre nobres pessoas

E essas sempre são boas,

Preciosas, só minhas!

 

O soneto não para:

Tendo bom mote é lido

E agrada todo ser.

 

Rima – falsa ou rara! –,

Metro... fazem-no sólido

Dizendo ouro valer!

 

Salvador, 22/01/2005.

PARA GENTE FORTE E VITORIOSA

O presente – bem que dura! –

Diz-nos aqui estar tinindo:

Traz sua luz branca e pura,

Faz-se eterno riso lindo.

 

Chega-nos lá do passado.

Volta à cena não silente.

Vem no vento ora soprado,

Musicado pela mente...

 

Todo vencedor valente

É contra qualquer fracasso...

Persiste e vai reto e em luta...

 

Posto em briga, de repente,

Percebe haver espaço

Contra gente má, corrupta.

 

Salvador, 17/02/2016.

Academia de Letras do Brasil

Seccional Bahia

© 2017  Criado por Fenix Solução